cover

Marketing de conteúdo:
saiba como usa-lo para
prospectar clientes

Explicamos o que é e como funciona o marketing de conteúdo. Confira!
author
Nathalia Marques

O consumidor já não é mais o mesmo. Se antigamente ele recebia o conteúdo publicitário de forma passiva, atualmente o cenário mudou. O consumidor está cada vez mais crítico e ativo por conta do avanço tecnológico. 

Diferente de antigamente, que o consumidor ouvia, assistia ou lia um anúncio publicitário e depois seguia para uma loja para conversar com um vendedor e decidir se compraria ou não, agora a jornada de compra está muito mais rápida. 

O consumidor pesquisa informações sobre o produto/serviço, questiona as informações que recebe e publica sua opinião em apenas alguns cliques.

Diante disso, as empresas estão atualizando suas estratégias de divulgação para atender um novo comportamento e para isso estão adotando o marketing de conteúdo. 

Velho x novo: algumas diferenças do comportamento do consumidor 

Antigamente o consumidor:

, иконка 1

- recebia a publicidade de forma passiva

- não dialogava com a empresa

- fazia poucas comparações em relação à preço, qualidade etc

- tinha dificuldade para receber mais informações sobre o produto porque precisava se deslocar até uma loja

Atualmente o consumidor:

, иконка 1

- tende a ser intolerante a publicidade tradicional

- pesquisa todas as informações sobre a empresa e produto

- quer manter um diálogo com a empresa

- e mais crítico

O famoso marketing de conteúdo 

Como pode ser observado nas características do “novo” consumidor, já não dá para interrompê-lo com publicidades tradicionais. É necessário criar um diálogo com ele e, para isso, o conteúdo é extremamente eficiente. 

A partir do momento que o consumidor busca no Google alguma solução para um problema ele, mesmo sem saber, entra na jornada de compra. É neste momento que entra, de forma indireta ou direta, o marketing de conteúdo. 

Marketing de Conteúdo é uma maneira de engajar seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes por meio da criação de conteúdo relevante e valioso.  Você atrai, envolve e gera valor para as pessoas de modo a criar uma percepção positiva da sua marca e, assim, gerar mais negócios

 — Rock Content, maior agência de marketing

digital da América Latina

Exemplificando: supondo que uma pessoa tenha queda de cabelos. A primeira coisa que fará, certamente, é entrar no Google e pesquisar sobre os principais motivos do problema. 

Neste momento, uma empresa de shampoo contra calvície, por exemplo, pode entregar a resposta para o problema por meio de um artigo em seu blog. Só que este artigo, por se tratar do primeiro contato do cliente com a empresa, não fará nenhuma abordagem invasiva de venda.

, иконка 1

Acesse  todo o conteúdo da LABA Brasil em uma única palataforma. Entrevistas, estudos de caso, hacks  do mundo corporativo - tudo na nossa página no Facebook. Junte-se a nós!

Ele simplesmente responderá quais são as principais causas para queda capilar e indicará, no fim do texto, que o cliente baixe um e-book sobre como evitar queda de cabelo. 

Só que para receber o e-book, o cliente deve passar seu e-mail (esta é uma informação importante. Você entenderá mais adiante). Neste e-book, a empresa entregará um conteúdo de valor, que mostra ao futuro cliente a sua autoridade no assunto. 

No fim do e-book, ela pode apresentar seus produtos e explicar por que eles podem ajudar no tratamento contra queda capilar. 

Mesmo que o cliente, naquele momento, não efetue a compra do shampoo, a empresa recebeu o e-mail dele. Diante disso, ela pode começar alimentá-lo com conteúdos interessantes e que façam ele virar um lead (cliente). 

Toda essa trajetória é conhecida no marketing de conteúdo como funil de vendas, que mapeia qual conteúdo é ideal para cada etapa da jornada de consumidor.

Basicamente, o funil de vendas funciona da seguinte forma:

Topo do funil: o cliente quer aprender algo novo ou reconheceu que tem um problema. 

Meio de funil: já aqui ele começa a considerar a as soluções que a empresa ofereceu para os problemas dele. 

Fundo do funil: por fim, ele toma a decisão de compra. 

Em cada etapa do funil, o marketing de conteúdo é colocado em prática para produzir conteúdos relevantes e que façam o consumidor seguir na jornada até, finalmente, realizar a compra. 

Marketing de conteúdo é realmente eficaz?

Para responder à pergunta, é essencial apresentar alguns dados. O estudo Content Trends realizado em 2018, pela Rock Content, constatou que 98% das pessoas que responderam à pesquisa consomem conteúdo online.

Além disso, 86,7% utilizam o Google para encontrar informações. 

Diante disso, é possível notar que o conteúdo é realmente algo fundamental na vida dessas pessoas e que há uma demanda que pode ser utilizada de forma estratégica pelas empresas. Algo que, inclusive, está sendo realizado com sucesso por muitas. 

O estudo ainda constatou que 58,8% das empresas que adotam a estratégia de conteúdo conseguem gerar 2,6 vezes mais visitas em seus sites e 3,7 vezes mais leads.

Ou seja, é possível concluir que o marketing de conteúdo é, de fato, a nova moeda do século XXI, como bem define o especialista Rafael Rez.

Chegou até aqui e ficou ainda mais interessado em aprender estratégias de marketing de conteúdo? Leia nosso artigo com 5 motivos para investir em um curso de marketing ead.

Últimas postagens
mail
Assine e receba o melhor da LABA
photo

Leonardo Zuppiroli

Curso
Marketing Essencial
21 setembro - 09 novembro
  • pesquisas e tendências
  • benchmarking
  • estratégia e logística
  • Target
inscreva-se